Sobre qdocpix

Esse autor ainda não preencheu quaisquer detalhes.
So far qdocpix has created 4 blog entries.

setembro 2017

EDUCAÇÃO VIVENCIAL PARA ALUNOS

Visitas pedagógicas, confraternizações, oficinas, acantonamento, atividades de estimulo à integração entre pais e filhos, ao meio ambiente, música, cinema, literatura, convívio com plantas, com animais, artesanato, esportes, ginástica, passeios de bike, a pé, dançar, correr, fazer caminhadas, trilhas, enfim, todas essas atividades possibilitam a melhora na formação de um cidadão, tanto para os pequenos como para os adultos.

A formação cultural, partindo da educação formal aliada à educação vivencial (através de vivências com amigos, conhecidos, desconhecidos etc.), ajudam no desenvolvimento de autoestima, da criatividade, da sociabilidade e também do respeito às diferenças.

Além de ajudar nestes desenvolvimentos, essas atividades proporcionam momentos de lazer que também ajudam a construir boas relações, ajudam a descobrir o novo, experimentar, errar, acertar, aliviar algum estresse, viver melhor, criar laços afetivos maiores e melhores.

Para alguns, esse momento pode ser um descanso, uma mera válvula de escape, e para outros ele pode ser momento de construir boas relações, de adquirir conhecimento, fazer alguma coisa diferente.

Ajudamos a construir esses cidadãos através de diversas atividades de lazer e recreação que desenvolvemos. Trabalhar com o universo lúdico é nosso prazer.


> Saiba mais sobre nossos projetos pedagógicos 

A IMPORTÂNCIA DO BRINCAR PARA O DESENVOLVIMENTO DA CRIANÇA

É inegável a importância do BRINCAR no desenvolvimento social, emocional e cognitivo da criança.

No entanto, e apesar do contrassenso que é, as crianças têm cada vez menos tempo para brincar, em prol de agendas assoberbadas em atividades extracurriculares e deveres escolares.

O brincar fica relegado para segundo plano e a preocupação dos pais recaí sobretudo em saber se os filhos estudaram ou não, sem perceberem que nenhuma criança desenvolverá todo o seu potencial se a brincadeira não fizer parte da sua vida.

É importante frisar que o brincar e o jogar não se resumem apenas a formas de divertimento e de prazer para a criança, mas são meios privilegiados dela expressar os seus sentimentos e aprender.

Por intermédio da brincadeira, a criança explora e reflete sobre a realidade e a cultura na qual está inserida, interiorizando-a. A experimentação de diferentes papéis sociais (o papel de mãe, pai, bombeiro, super-homem) através do faz-de-conta, permite à criança compreender o papel do adulto e aprender a comportar-se e a sentir como ele, constituindo-se como uma preparação para a entrada no mundo dos adultos. A criança procura assim conhecer o mundo e conhecer-se a si mesma.

Por outro lado, através da brincadeira, a criança tem oportunidade de simular situações e conflitos da sua vida familiar e social, o que lhe lhe permite a expressão das suas emoções. Brincar é uma forma segura das crianças encenarem os seus medos, as suas angústias e a sua agressividade e de tentarem elaborar e resolver os seus conflitos internos. Os jogos, nos quais está implícito o perder e o ganhar, permitem que a criança possa começar a trabalhar a sua resistência à frustração. Aprender a lidar com esse sentimento é essencial para o seu equilíbrio emocional e para o desenvolvimento da personalidade.

Outro aspeto importante do brincar é o desenvolvimento do raciocínio, da atenção, da imaginação e da criatividade, na medida em que as brincadeiras trazem novas linguagem e ajudam a criança a pensar, se quisermos, a pensar a realidade de forma criativa.

O brincar desempenha um papel igualmente importante na socialização da criança, permitindo-lhe aprender a partilhar, a cooperar, a comunicar e a relacionar-se, desenvolvendo a noção de respeito por si e pelo outro, bem como sua autoimagem e autoestima.

Os benefícios do brincar são inesgotáveis e como tal é muito importante que os pais não se esqueçam de definir na agenda da criança um espaço diário para não fazer nada – é aí que surge o espaço para brincar.

Os pais têm um papel fundamental no que respeita à preparação dos espaços, à seleção dos brinquedos e dos contextos a serem explorados, proporcionando à criança um ambiente de qualidade e enriquecedor da imaginação infantil, que estimule as interações sociais com outras crianças, familiares e amigos. Importa lembrar que enriquecedor não significa proporcionar brinquedos caros, mas meios que permitem a exploração de diferentes linguagens como a musical, corporal, gestual, escrita.

O adulto pode e deve participar na brincadeira, uma vez que o seu envolvimento não só estreita os laços afetivos com a criança como também aumenta o seu nível de interesse e motivação. Na interação, o adulto tem oportunidade de conter e ajudar a criança na elaboração das inquietações que surgirem durante a brincadeira, bem como enriquecer e estimular a imaginação da criança, despertando-lhe ideias e questionando-a para a descoberta de soluções.

Citando Winnicott (1975) “a brincadeira é universal e é própria da saúde: o brincar facilita o crescer, logo a saúde”.

Por isso, sempre que lhe seja possível, brinque muito com o seu filho e conceda-lhe uma boa parte do dia para ele brincar! Dessa forma, estará a promover o seu crescimento feliz e saudável!

Autora: Joana Valério

> Saiba mais sobre nossos serviços de Entretenimento em Festas de Aniversário 

BENEFÍCIOS DA MOTIVAÇÃO DO FUNCIONÁRIO

A motivação dos funcionários está ligado somente aos benefícios básicos e ao aumento salarial?

Os funcionários estão cada vez mais preocupados em aliar o trabalho ao seu bem estar: ter momentos de lazer com a família, ter tempo para cuidar da sua saúde física e mental e, para as empresas, investir nesses momentos é essencial para mantê-los felizes e, consequentemente, deixá-los mais engajados e desenvolverem melhor seu trabalho.

Quando a empresa torna-se motivo de orgulho ao funcionário o diferencial é imenso!
Trabalhar em uma empresa que é preocupada em proporcionar ao funcionário o bem estar em seu ambiente gera uma imensa satisfação ao funcionário, incentivando-o a desempenhar com mais afinco suas funções.

Desta forma, proporcionar um momento onde os filhos conheçam o local de trabalho de seus pais traz felicidade não só ao funcionário, como a toda família, e isto reflete diretamente na diminuição do turn over das empresa; o funcionário não avalia somente os benefícios salariais e passa a pesar essas relações de melhoria e qualidade do seu ambiente de trabalho.

Por esse e outros motivos, proporcionar o bem estar em sua empresa gerará muitos ganhos, principalmente financeiros.

DIVERSÃO TAMBÉM É BOM PARA AS EMPRESAS!

Quem não gosta de estar feliz, especialmente, de trabalhar com aquilo que gosta em um ambiente limpo, agradável e, principalmente, alegre?

Trânsito caótico, grandes responsabilidades, fornecedores que não cumprem o prazo, chefes arrogantes, falta de motivação, ferramentas tecnológicas que são conhecidas como “ladrões de tempo”, geram muito estresse no dia a dia dos colaboradores de uma empresa.

Estresse esse que pode trazer diversos resultados negativos na empresa: elevação das faltas, desmotivação, elevação do turn over (taxa de rotatividade de funcionários em uma empresa), perda de bons funcionários por políticas internas ruins, perda do interesse em “vestir a camisa da empresa”, além de outros.

Há algum tempo, as empresas estão buscando melhor a gestão de pessoal buscando ferramentas que possibilitam aos seus colaboradores motivos fortes para continuar produzindo, trabalhando em prol daquela companhia com afinco, motivados por estarem em um ambiente que lhes proporcionam diversos benefícios, sem contar o salário.

Pesquisas de grandes institutos comprovam que hoje as pessoas prezam muito mais por benefícios do que pelo salário, pois sabem que se os benefícios forem bons, o salário será um complemento (desde que não muito diferente do que é praticado no mercado). Horário flexível, auxílio creche, desconto para estudar, esses exemplos favorecem a permanência dos colaboradores.

Essas pesquisas também mostram que o ambiente de trabalho é um fator motivador ao funcionário: desenvolver atividades de lazer, brincadeiras, estimulando a criatividade e a integração são muito bem recebidas no ambiente corporativo, especialmente devido ao choque com o ambiente sempre sério, descontraindo estimulando, indiretamente, o aumento da produtividade.

Assim, vemos diversos departamentos de Recursos Humanos empresariais, buscarem alternativas recreativas objetivando a animá-los, estimulá-los, descontrai-los; isto é uma tendência nas quais devem investir, mantendo seus grandes talentos e tornando o ambiente de trabalho, o melhor possível.

Pensando nisso, o Grupo Quebra Gelo possui uma área que desenvolve essas atividades lúdicas às empresas, proporcionando um momento ímpar aos colaboradores e estimulando-os em estreitar os laços interpessoais no ambiente corporativo.